10 de mar de 2012


De onde nasceu tanta obsessão assim, sem motivo, por você? Por que não há espaço para mais nada em minha cabeça além de você, nós? […] Não sei ao certo o motivo dessa fissura. Não entendo por que me preocupo tanto com sua felicidade; Devo estar neurótico, bobo, fora de mim. Ou então eu só tenha me tornado um prisioneiro desse seu amor..

Nenhum comentário:

Postar um comentário